quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

# Um amor impossível...

Hoje decidi refletir!
Todas as nossas conversas lógicas e sentimentais, sempre nos transmitiram algo...
Só nós nos conhecemos, só nós sabemos como somos importantes um para o outro.
A nossa amizade que foi crescendo rapidamente, assim como o tempo foi passando... agora ficam as memórias de conversas passadas!
Criámos uma ligação muito forte entre ambos, uma amizade para a vida.  Somos o pilar um do outro.
Abri uma porta ao teu coração com a mensagem tão especial que o teu pai reservou só para ti!
Sinto-me feliz por ter-te conseguido ajudar a falar, a rir e acima de tudo RECORDAR o teu pai! Um ser muito especial para ti!
Mas ao mesmo tempo sinto-me... (nem sei bem como para ser sincero).
Temos um sentimento tão forte, que foi criado pelo mundo virtual e que até agora ainda não passou de lá... um sentimento que de momento se transformou num amor impossível!
Um sentimento vivenciado por mim e por ti!
E agora? O que fazemos?
Não podemos escolher a nossa família, de quem queremos ter realmente ao nosso lado para o resto da nossa vida!
Mas, um coisa eu pôde escolher! A tua AMIZADE VERDADEIRA que surgiu no dia em que te conheci e que tem crescido a passos largos.
Uma amizade que espero que dure e dure por muitos e muitos anos.
Porque de nada me adianta forçar o universo...
O destino está nas nossas mãos?
Talvez sim! Mas o universo, tem mais força que o destino que nós tentamos traçar da forma que nos melhor convém!
E agora respondendo a uma pergunta que me fizeste à uns meses atrás...

" - E eu? Tenho um cantinho só meu no teu coração?

- Sempre tiveste AMIGO, sempre tiveste!" 


segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

# Today

"(...) This constant struggling
Get up And make it real 
Somehow i believe
Theres a reason for everything 
Get up 
And let it go."


quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

# Agora

É agora... o que tanto receava aconteceu! Após um mês ao teu lado tiveste de partir para longe novamente...
Não te culpo de nada, pois nem tenho esse direito!
Só que as coisas complicaram-se e muito para o meu lado... após a tua partida, tive uma semana muito complicada... 
O choro que me lavava a cara, a falta de apetite e a grande vontade de deitar tudo para trás das costas e partir também! 
Dois dias após a tua partida, decidi passar o resto da semana na Mealhada, junto da minha "MÃE PRETA", mulher que até hoje nunca me virou as costas e que sempre me ajudou da forma que pode!
Após longas conversas com ela chegou o grande dia... Visitar o médico de família e contar tudo aquilo que se tem passado na minha vida ao longo destes 4 anos.
Desde a partida da minha mãe, o estar longe de ti assim como o relacionamento do meu pai. Foi um acumular de situações que me levou à exaustão. 
Chegou o momento de partir, o momento de descansar a cabeça para junto da minha verdadeira família! 
Desde a visita médica que os meus dias têm sido um inferno... em casa sem nada para fazer (e sem vontade), recolho-me no meu canto e por aqui ando... a tentar viver um dia de cada vez até chegar o dia da partida.