sábado, 31 de dezembro de 2016

# O suficiente

" - Desejo-te o Sol, o suficiente para continuares a ter essa atitude radiante.
- Desejo-te chuva, o suficiente para que possas apreciar mais o sol.
- Desejo-te felicidade suficiente, para que mantenhas o teu espírito alegre.
- Desejo-te ouro suficiente, para que as menores alegrias da vida pareçam muito maiores.
- Desejo que ganhes o suficiente, para que possas satisfazer os teus desejos materiais.
- Desejo-te perdas suficientes, para apreciares tudo o que possuis.
- Desejo-te a luz em número suficiente, para que chegues ao Adeus final."




terça-feira, 13 de dezembro de 2016

# Houve um tempo

Houve um tempo! 
Houve um tempo! 
Não! O tempo é agora. 
Agora é o tempo em que não há tempo, agora é o tempo mais próximo do tempo, do tempo que não tem tempo, do tempo de todos os tempos, do tempo que eu não sinto, do tempo perdido onde me sinto perdido, do tempo que sei que não posso perder, do tempo que me escorre pelos dedos!! 
Que tempo é este? 
Será o tempo de sempre? 
Será sempre o mesmo tempo? 
Será o meu tempo? 
Será o tempo dos outros? 
Será o tempo que não chega a tempo? 
Sinto-me perdido no tempo....



domingo, 27 de novembro de 2016

# 1 ano ♥

"(...)
Mesmo sem querer,
Vejo-me a pedir
Um sinal que a saudade embarga...
Ninguém pode ocupar
O vazio do teu lugar aqui!

domingo, 30 de outubro de 2016

# Ambíguo

"Uma vez alguém disse que o nosso destino não está nas estrelas, mas em nós mesmos.
Mas eu acredito que tudo o que acontece... 
... acontece por uma razão."

# Prática

"O que é que tu já sabes do mundo espiritual?
O que é que já aprendeste?
Quantas vezes já te apanhaste a corrigir os outros, por estes não agirem de acordo com aquilo em que acreditas?
Quantas vezes já te apanhaste a pensar nas coisas de uma forma nova, inovadora?
Quantas vezes já te surpreendeste a rever conceitos, a reavaliar situações, sob o ponto de vista espiritual?
Quantas vezes já percebeste coisas numa nova dimensão?
Acredito que muitas.

# Tudo Serve

"Tudo serve para trabalhares. Tudo serve para, ao ires ao âmago das questões, ao ires ao âmago da emoção que essas questões te provocam, libertares mais e mais densidade, libertares mais e mais karma.
Vocês são objectos de memória. Vocês são seres praticamente isentos de presente.
Têm 80% de passado e 20% de medo de ir a esse passado, projectando tudo no futuro.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

# A Alma

"Certa vez, uma alminha no céu decidiu reencarnar. Era uma chama de luz, muito brilhante, na nuvem, à espera de encarnar.
Tinha subido havia algum tempo, e tinha dedicado um período a analisar o passado, a vida passada. Aliás, as vidas passadas.
Tudo o que tinha cumprido, e o que nem por isso. Emoções tortuosas que tinha limpo e outras que tinha ganho.
A alminha, na nuvem, preparava-se para uma nova jornada. E preparava também a missão. O que escolhera desta vez. As tensões a que iria ser sujeita, para que a sua nova tarefa vingasse.
Escolhia o tempo de país, o tipo de pais, as condições económicas, sociais e atmosféricas.
Se iria nascer com a emoção à flor da pele, ou com um bloqueio desmesurado.
Tudo foi combinado ao pormenor com as outras almas com quem iria cruzar no caminho. Quando encarnasse e entrasse no corpo de um bebé, iria esquecer-se de tudo.
O véu do esquecimento é implacável. 
Só havia uma única coisa que lhe pediam que nunca esquecesse. Só uma.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

# Hoje e sempre!

"(...) 
Nunca me senti antes assim 
Tento segurar e ainda sinto mais 
Gotas de suor escorrem pelas minhas costas
E os meus joelhos estão fracos
Não me posso mexer, não posso falar

domingo, 23 de outubro de 2016

# Sentimentos perdidos

"(...)
Tu dizes que vagueias na tua própria terra
Mas quando eu penso nisso eu não vejo como tu consegues
Tu estás a sofrer, tu estás a magoar-te
E eu posso ver a dor nos teus olhos (...)"

Keane - "Everybody's  Changing"

sábado, 22 de outubro de 2016

# Astronauta

"(...)
Eu sou o astronauta voando alto
Eu sou o astronauta no céu
Não te preocupes, eu estou bem agora
Eu sou a luz na escuridão
Eu sou o fósforo, eu sou a faísca
Não te preocupes, eu estou bem agora

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

# As estrelas

"- Até te convidava para vermos as estrelas...
- Contemplar as estrelas é sempre agradável.
- Muito! Principalmente em boa companhia.
- Sem dúvida...
- Só é pena estar frio na rua!
- Está um pouco fresco, mas uma manta e uma boa chávena de chá seria o suficiente.
- Só é pena não haver estrelas... 
- As estrelas não te as posso dar... mas é tudo psicológico, elas estão lá só não as podemos ver.
- Sempre as podemos imaginar!
- Nem mais..."


fonte: Tumblr


quinta-feira, 20 de outubro de 2016

# Perguntas

Se tens uma pergunta fá-la sem medos!
Senta-te e começa a guardar os teus pensamentos numa parteleira e observa...
Torna-te observador dos teus próprios pensamentos, sem os criticares nem teres uma opinião!
Quanto menos opinião formada tiveres no teu subconsciente, mais fácil será para encontrares uma resposta seja ela boa ou menos boa.
Aos seres observador das tuas próprias perguntas, medos e receios a resposta que tanto anseias irá formar-se ali mesmo diante dos teus olhos...

"Quem pode dizer para onde vai a estrada?
Para onde o dia flui?
Só o tempo (...)."  

                                                                                                                   Enya - Only time 


"If you're waiting for a sign this is it."

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

# Futuro...

- "O futuro a Deus pertence!"
Mas somos nós quem o constrói todos os dias... degrau a degrau, um dia de cada vez! 
Algumas quedas na subida, mas o importante é continuar a subir sem nunca desistir... porque a vida é uma prova com muitos obstáculos para os quais temos de estar preparados.



"O que ninguém sabe, ninguém estraga." - 6.08.2015 (Aarau - Schweiz)


domingo, 9 de outubro de 2016

# Riscos no céu

"Os riscos no céu somos nós! 
Um pouco mais à frente vamos cruzar-nos, estamos na mesma rota.
(Esta é uma das formas que eu tenho de ser romântico) ♥"


quinta-feira, 6 de outubro de 2016

# Partidas e chegadas

Mais uma chegada, mais uma partida, mais uma chegada, mais uma partida... 
E a história repete-se vezes e vezes sem conta!
A angústia, o vazio e a solidão invadem o meu corpo sem data nem hora para se irem embora! 
A minha alma grita por novos ares que nem sempre são possíveis de alcançar. 
Resta-me somente dar tempo ao tempo, manter a esperança firme e segura que este "vai e vem" está a chegar finalmente ao fim! 




segunda-feira, 19 de setembro de 2016

# Últimos tempos

Há já algum tempo, que não escrevia... Não só por falta de tempo mas também porque as condições físicas não eram as melhores!

domingo, 13 de março de 2016

# Aprende

"Aprende a rir sozinho, a rir de ti, a rir para ti e contigo.
Faz da prática do sorriso o cross fit da tua alma.
E constrói nas tuas águas-furtadas aquela janelinha pequena que dá para o céu estrelado.
Porque no meio de tantas incertezas há uma que prevalece: quem ri vê sempre mais estrelas."


sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

# Desejo-te o suficiente

"Desejo-te Sol, o suficiente para continuares a ter essa atitude radiante.
Desejo-te chuva, o suficiente para que possas apreciar mais o Sol.
Desejo-te a felicidade suficiente, para que mantenhas o teu espírito alegre.
Desejo-te força suficiente, para que as menores alegrias da vida pareçam maiores.
Desejo que ganhes o suficiente, para satisfazeres os teus bens materiais. 
Desejo-te perdas suficientes, para apreciares tudo aquilo que tens.
Desejo-te a luz em quantidade suficiente, para iluminar o teu dia-a-dia."

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

# 6 anos

Hoje completam-se 6 longos anos, desde que partiste mas é como se tivesse sido ontem...
Nada mudou... todos os dias relembro-me do dia em que te vi partir sem nada poder fazer. 
Por ti, choro muitas vezes...
Por ti, chamo na esperança de ouvir novamente a tua voz...
AMO-TE infinitamente MÃE! ❤️


segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

# Conversas de fim de ano

Conversa de fim de ano, algures pela Invicta:

- Ainda a amas verdadeiramente?
- Não.
- O que vês nela?
- Uma amiga.
- Então porque ainda estás com ela?
- Por causa dos meus filhos, por ser bem "visto" na família...
- És feliz assim?
- Não.
- Então porque continuar a viver uma mentira?
- Porque tenho medo de me perder e cair...